quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Apesar dos apesares.


É extremamente fácil jogar na cara todos os erros que nós cometemos, o nós em si já foi um grande erro. Lutamos contra algo que não era pra ser, espera... nessa parte eu não posso te incluir, você se quer lutou... Apenas seguiu levando a vida como dava, aceitando tudo que lhe era imposto, baixando a cabeça e diminuindo o ritmo pra qualquer obstáculo. Criou expectativas, e com elas, um infinito de mentiras que até agora escuto sua voz as pronunciando, ecoam na minha cabeça juntamente com as palavras "você é uma idiota".

Não ter um ápice era incrível, sempre possuímos problemas a resolver e coisas a esconder, me tornei tão sua que também queria você completamente pra mim, não apenas em partes. Talvez por momentos tenha se entregado totalmente, mas na maioria deles, eu era apenas o step, aquela pra quem você ligava quando as coisas iam de mal a pior, o colo que consola nas horas de solidão e desespero. Quantas horas já passamos juntos nas madrugadas? Quantas noites passamos em claro ao celular? E as vezes que choramos? E agora escutar suas frases frias, cutucões em feridas e fingir que está tudo bem. Não está tudo bem pra mim, nunca esteve, me deixei envolver com alguém que nunca me levou a sério e só precisava de uma aventura pra fugir de um cotidiano chato, de certezas e discussões. Eu tentei por várias vezes me colocar no seu lugar, ah o que é isso, eu estive no seu lugar, e por incrível que pareça eu escolhi a você, mandei embora rosas e chocolates, e você nem sabe.

Não preciso ser hipócrita, sei exatamente o que
eu disse, e só tenho isso pra lhe falar: As pessoas mudam de idéia, sabia? Mas você lembra tudo que disse e fez? Então não quero que me julgue por estar te odiando agora, você mesmo disse que meu peso era pena, e isso me faz pensar que o que foi tão intenso, na verdade não passou de uma brincadeira insignificante...
Não devia ter vindo atrás quando eu pedi pra não vir, e, nem me ligado pra tentar falar algumas palavras de pena, devia ter esquecido o meu email e o endereço da minha casa, não devia nem ter chego perto de mim quando eu consegui me afastar, e muito menos ter me pedido aquele abraço... :\

Hoje, foi o topo da decepção, porque eu me dei conta do que eu realmente fui pra você, nada! Antes eu ainda acreditava que podia significar alguma coisa.

Lembra dessa? "Quando quiser lembrar de mim ouça essa música, no fundo desse poço achei algo que vale a pena"
video

Nenhum comentário:

Postar um comentário